.........

Clima seco reduz produção global e impulsiona cotação de trigo, segundo Cepea

.........

Órgão aponta que ainda que possível quebra na safra de milho nos Estados Unidos pode ampliar aumento nos preços do cereal

Sirli Freitas

Foto: Sirli Freitas / Agencia RBS

Alta na demanda e escassez de produção elevam cotações do trigo, segundo Cepea

O clima seco em alguns países do Hemisfério Norte preocupa produtores de trigo e, por consequência, eleva os preços do grão em todo o mundo, de acordo com pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). A estiagem persiste no meio-oeste dos Estados Unidos, na Austrália, no Cazaquistão, na Rússia e na China. Nesta semana, os contratos futuros de trigo nas duas principais Bolsas norte-americanas atingiram o maior valor do ano. Além da possível quebra da safra de trigo, as altas dos preços refletem também preocupações com a oferta de milho nos Estados Unidos igualmente impactada pelo clima seco, que também aumenta a demanda por trigo.

Na Argentina, segundo o Cepea, deve haver recuo de safra pelo segundo ano consecutivo. No Brasil, as cotações domésticas seguem firmes, conforme indicam dados do órgão. Além da maior paridade de importação, as expressivas altas nos preços da soja e do milho também têm dado sustentação para o trigo no mercado interno. Pesquisadores afirmam que o mercado de derivados também segue em alta, absorvendo as valorizações da matéria-prima.

>>> Confira o site Cotação

CEPEA

Fonte: Ruralbr