.........

Clima favorável infla ainda mais colheita recorde de grãos

.........

Por Fernanda Pressinott, Kauanna Navarro, Bettina Barros e Robson Sales | De São Paulo e do Rio

O clima favorável levou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a elevarem suas estimativas para a colheita recorde de grãos no país nesta temporada 2016/17.

De acordo com levantamento divulgado ontem pela Conab, a produção total chegará a 234,3 milhões de toneladas, 2,3 milhões a mais que o previsto em maio e volume 25,6% superior ao apurado no ciclo 2015/16, quando reflexos negativos provocados pelo fenômeno El Niño prejudicaram diversas lavouras, sobretudo as de milho, arroz e feijão.

Nos cálculos do IBGE, a produção deverá alcançar um volume ainda maior – 238,6 milhões de toneladas, 2,4% mais que o previsto anteriormente e total 29,2% superior ao da temporada passada. Conab e IBGE mantêm uma parceria nos levantamento de campo, mas divergem em alguns detalhes metodológicos – daí a diferença.

Segundo a Conab, a produção de soja, carro-chefe do agronegócio brasileiro, deverá atingir o recorde de 113,9 milhões de toneladas, um aumento de 19,4% sobre 2015/16.

A colheita total de milho, por sua vez, tende a atingir 93,8 milhões de toneladas nas contas da estatal, aumento de 41% na mesma comparação. Na primeira safra, a Conab estima que a produção tenha alcançado 30,3 milhões de toneladas, 17,7% maior que no ciclo 2015/16. Na segunda safra – a chamada "safrinha" -, projeta produção de 63,5 milhões de toneladas, um crescimento de 55,8%. A safrinha foi a mais afetada pelo El Niño no ciclo passado.

Mas a recuperação também será expressiva tanto para a produção de arroz quanto para o feijão, dois produtos que colaboraram para elevar os índices inflacionários no país no ano passado por causa de suas menores ofertas. A colheita de arroz foi ajustada pela Conab para 12,1 milhões de toneladas, 14,4% maior, enquanto a de feijão deverá crescer 34,9%, para 3,4 milhões.

  • Fonte : Valor