.........

CENTRAL DE COMUNICAÇÃO // – Moagem de cana no Centro-Sul na 1ª quinzena de março atinge 3,26 milhões de toneladas

.........

As usinas e destilarias do Centro-Sul do Brasil processaram 3,26 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na primeira quinzena de março, volume 38,43% menor na comparação com igual período do ano passado (5,30 milhões de toneladas). No acumulado da safra 2016/17, iniciada em abril, a moagem atinge 599,15 milhões de toneladas, 0,74% menos ante igual intervalo do ciclo 2015/16 (603,61 milhões de t).

Os números foram divulgados nesta sexta-feira (24/3) pela União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica).O mix de produção na quinzena foi de 24,15% da oferta de matéria-prima para açúcar e os outros 75,85%, para etanol. No acumulado da temporada, os porcentuais são de 46,41% e 53,59%, respectivamente. Com isso, a produção de açúcar na quinzena alcançou 73 mil toneladas (menos 48,33%). Já a de etanol totalizou 161 milhões de litros (menos 28,31%), dos quais 18 milhões de litros de anidro e 143 milhões de litros de hidratado.

No acumulado da safra 2016/17, a fabricação de açúcar atinge 35,36 milhões de toneladas (mais 14,98%) e a de etanol, 25,32 bilhões de litros (menos 8,38%), dos quais 10,57 bilhões de litros de anidro e 14,74 bilhões de litros de hidratado.Em relação à qualidade da matéria-prima, a Unica informou que o nível de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) na primeira quinzena de março foi de 96,70 kg por tonelada de cana no Centro-Sul (mais 2,31%). No acumulado do ciclo, totaliza 133,47 kg por tonelada (mais 1,77%).A Unica destaca que a produção de etanol de milho no acumulado da safra somou 215,85 milhões de litros, sendo que na 1ª quinzena de março 4,44 milhões de litros de anidro e 14,03 milhões de litros de hidratado. Ainda de acordo com a entidade, a expectativa é que até o final do mês 90 unidades produtoras estejam em operação, sendo que desse total, 52 devem iniciar a moagem na 2ª quinzena de março.

Por Estadão Conteúdo

Fonte : CNA