.........

Cenário econômico e inovações serão temas dos debates na 18ª Expodireto Cotrijal

.........

Cenário econômico e inovações serão temas dos debates na 18ª Expodireto Cotrijal

econômico e as inovações disponíveis aos produtores rurais serão temas dos debates que compõem a programação técnica da 18ª Expodireto Cotrijal. Haverá fóruns para discutir assuntos ligados ao milho, leite, trigo, soja, erva-mate e práticas conservacionistas do solo e água.

No primeiro dia de evento, ocorre o 9º Fórum Nacional do Milho. Na terça-feira, será a vez do 9º Fórum Nacional da Soja, que terá, neste ano, uma palestra a mais do que nas edições anteriores. Além de tratar assuntos técnicos, econômicos e de tendências do mercado, o fórum receberá o pesquisador da Embrapa Monitoramento por Satélite, de Campinas (SP), Evaristo de Miranda, para falar sobre a ocupação e o uso das terras no Brasil e exterior.

“Ouvimos muito falar da quantidade de terras agricultáveis, só que não temos dados precisos. É isso que nos trará esse pesquisador. É uma informação que nos interessa muito porque, em não havendo mais áreas para desbravar no País, o único caminho será encontrar soluções para aumentar a produtividade”, diz o coordenador da área administrativa da feira e auditor interno da Cotrijal, Luciano de Moraes

Também na terça-feira haverá o Fórum Estadual de Conservação do Solo e da Água. Nesta segunda edição serão apresentadas experiências de sucesso de manejo de solo e água feitas em duas propriedades rurais, em Passo Fundo e Panambi. “Temos no Estado uma diversidade de solos, topografia, clima, tamanhos de propriedades e de atividades agrícolas e pecuárias muito grande. Precisamos pensar em diferentes técnicas de manejo conservacionistas”, destaca o gerente adjunto da Área Técnica da Emater, Rogério Mazzardo.

A conservação do solo também será assunto no 13º Fórum Estadual do Leite, na quarta-feira, quando será abordada a produtividade das forragens. “Normalmente há muita preocupação com a conservação do solo nas lavouras de grãos. Mas queremos mostrar que o aumento da produção de leite também se dá pela produção de excelentes pastagens, com solo bem conservado e fértil”, destaca Jair Mello, gerente de Suprimento de Leite da CCGL, que organiza o evento com a Cotrijal, Sindilat e Senar. Para o mesmo dia também está marcado o Fórum da Cultura do Trigo, promovido pela Cotrijal e Câmara Setorial do Trigo da Secretaria da Agricultura.

Na quinta-feira, a programação segue com o Fórum Florestal do Rio Grande do Sul. Uma das palestras abordará a portaria que instituiu as boas práticas de fabricação da erva-mate e derivados, de maio de 2016. As indústrias têm prazo até novembro deste ano para fazer o curso de boas práticas, requisito para liberação do alvará sanitário.

O agrônomo da Emater e coordenador da Área Florestal na Expodireto, Ilvandro Barreto de Melo, diz que nesta décima edição do fórum foi criada a “Comenda Florestal RS”, que será entregue a uma entidade homenageada. Ainda no dia 9, o Seminário Monitora Cotrijal discutirá a ferrugem da soja e doenças emergentes da cultura. (Correio do Povo)

por Equipe do site

Fonte : Felipevieira.com