Ceitec vai produzir “chip do boi” em escala comercial

Fonte:  Globo Rural

Dispositivo é o elemento-base de um sistema para rastreamento e identificação do gado

por Globo Rural On-line

Rogério Cassimiro

A Ceitec S.A, empresa estatal ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), iniciou a produção em volume comercial do “chip do boi”, primeiro dispositivo avançado RFID (sigla em inglês para identificação por radiofrequência) para rastreamento e identificação do gado.

O dispositivo está sendo fabricado na X-FAB Silicon, empresa alemã com quem a Ceitec firmou um acordo de transferência de tecnologia. Segundo a empresa brasileira, a previsão de demanda doméstica para o chip supera 1,5 milhões de unidades para 2012, com taxa mínima de crescimento esperado de 10% ao ano na próxima década.

O “chip do boi” é o primeiro semicondutor desenvolvido em uma empresa nacional que alcança volume de produção comercial. “Isso significa que os chips projetados pela Ceitec em breve chegarão ao mercado. O mais importante, contudo, é que isso demonstra a capacidade do país de produzir tecnologia de classe mundial, além de estabelecer as bases para uma indústria com crescimento sustentável", destaca o presidente da empresa, Cylon Gonçalves da Silva.
A empresa informa que mais dois chips RFID estão sendo submetidos a testes de desempenho e deverão entrar em produção em escala comercial em 2012.