.........

Código Florestal: Ministro critica debate "emotivo" sobre lei

.........

Fonte: Folha | SABINE RIGHETTI  | ENVIADA ESPECIAL A GOIÂNIA

Falta subsídio dos cientistas para discussão do Código Florestal, diz Fernando Coelho

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, disse ontem que espera que a discussão sobre o novo Código Florestal seja feita de maneira menos "emotiva" no Senado.

"O debate ganhou um rumo muito passional na Câmara dos Deputados. No Senado temos mais condições de fazer agora um debate racional", declarou o ministro durante a 63ª reunião anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), que acontece em Goiânia.

Coelho afirmou que os cientistas deverão ser convocados pelos senadores para discutir o texto do código.

"A SBPC e ABC [Academia Brasileira de Ciências] têm produzido uma série de documentos científicos sobre o novo código. Agora eles devem ser ouvidos."

Coelho viajou a Goiânia para falar do papel do Ministério da Integração Nacional na proteção do cerrado, bioma predominante no Centro-Oeste que é tema do encontro.

Amanhã, o ministério lançará oficialmente a Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste), órgão que tem patinado no governo desde sua recriação, há três anos.

Um dos objetivos da Sudeco, segundo Coelho, é centralizar iniciativas para o desenvolvimento sustentável do cerrado, "região que pretende ser o celeiro do mundo."

O ponto nevrálgico da Sudeco seria manter o que restou do cerrado –cerca de 40% da vegetação original.

Para isso, diz Coelho, é preciso ter uma legislação florestal mais rígida.