.........

Campo e Lavoura – A uma semana da Expodireto, ritmo de trabalho é intenso em Não-Me-Toque

.........

A uma semana da Expodireto, ritmo de trabalho é intenso em Não-Me-Toque Diogo Zanatta/ESPECIAL

É preciso deixar tudo pronto para a abertura dos portões, no dia 7 de marçoFoto: Diogo Zanatta / ESPECIAL

No parque onde será realizada a Expodireto-Cotrijal, em Não-Me-Toque, a ordem é acelerar o ritmo dos trabalhos. Até a sexta-feira, é preciso deixar tudo pronto para a abertura dos portões, daqui a uma semana. A grande expectativa para o primeiro dia da feira, no dia 7, é com a vinda da ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

– Esperamos o anúncio de recursos para o setor – diz Nei César Mânica, presidente da Expodireto-Cotrijal.

O ministério sinalizou que deve trazer boas novas para o evento. Seriam recursos adicionais para as linhas de financiamentos de máquinas e implementos agrícolas. O dinheiro disponível para o Moderfrota – oficialmente, R$ 1,5 bilhão até junho, embora no mercado se fale em valor inferior, de R$ 1 bilhão – é considerado insuficiente para atender a demanda.

Na área internacional, está confirmada a presença de 70 países. Neste ano, haverá novamente um auditório para palestras, que serão transmitidas online. Um dos pontos altos devem ser os debates sobre energias renováveis.

– São várias empresas africanas com interesse neste assunto – conta Evaldo Silva Junior, coordenador da área internacional da Expodireto-Cotrijal.

Por: Gisele Loeblein

Fonte : Zero Hora