.........

CAMPO ABERTO – SEM GAIOLA NO CARDÁPIO

.........

Com 365 milhões de refeições servidas por ano, a empresa brasileira Sapore assumiu compromisso com a Humane Society International (HSI) de comprar somente ovos produzidos em granjas com galinhas livres de gaiolas até 2025.

– O futuro da produção de ovos no país é livre de gaiolas e estamos ansiosos para trabalhar com outras empresas em políticas similares – afirma Fernanda Vieira, gerente de programas e políticas corporativas do departamento de proteção aos animais de produção da HSI no Brasil.

Conforme a entidade, o uso de gaiolas para galinhas poedeiras já foi proibido ou está em processo de eliminação na União Europeia, na Nova Zelândia, no Butão e em cinco Estados americanos. A maioria dos Estados da Índia, terceiro maior produtor mundial de ovos, declarou que o uso de gaiolas em bateria viola a legislação federal de bem-estar animal, e o país está discutindo proibição nacional.

gisele.loeblein@zerohora.com.br zerohora.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora