.........

CAMPO ABERTO – NEM A SOJA ESCAPA

.........

O que era para ser uma facilidade para o produtor rural, tornou-se alvo de criminosos. Os silos-bolsa, utilizados para estocar grãos, estão na mira de bandidos, de olho no produto ali depositado. Conforme Luis Fernando Fucks, presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja-RS), esse tipo de ocorrência vem crescendo.

O caso mais recente ocorreu nesta semana em Entre-Ijuís, no Noroeste. Na madrugada de terça-feira, criminosos rasgaram silos-bolsa para furtar soja armazenada no campo. Calcula-se que tenham sido levadas pelo menos mil sacas, carregadas em três caminhões. No ano passado, a mesma propriedade já havia sido vítima desse tipo de roubo, assim como fazendas vizinhas.

– O problema é que soja não tem identidade, não tem como provar que é nossa – disse uma das vítimas.

A Polícia Civil investiga o caso. Esse tipo de crime estará no escopo da Delegacia de Crimes Rurais e Abigeato – serão três sedes principais e duas complementares -, criada oficialmente durante a Expointer, mas que ainda não está em funcionamento.

gisele.loeblein@zerohora.com.br gauchazh.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora