.........

CAMPO ABERTO – MOMENTO DE DEFINIÇÃO

.........

Depois do plantio marcado pelo excesso de chuva, os produtores de trigo do Estado viram o frio e a falta de precipitação impactarem o desenvolvimento das lavouras. Mas é a partir de agora que a produção entra na fase decisiva.

– Os próximos 40 dias definirão o tamanho da safra – afirma o engenheiro agrônomo Alencar Rugeri, assistente técnico estadual da Emater.

Para o técnico, ainda é cedo falar sobre redução do volume em relação à safra passada, quando a produtividade foi "fora da curva" – 3.214 quilos por hectare, segundo a Conab. Conjuntural da Emater projetou redução de 5% na Fronteira Noroeste e de 15% nas Missões no rendimento.

Para Paulo Pires, presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado (Fecoagro-RS), a produção poderá encolher até 40%. A conta é feita em cima das projeções de área 10% menor, de produtividade (em relação ao início do ciclo) e de 20% de perdas devido aos problemas climáticos:

– Na fase de formação da espiga, parou a lavoura de trigo. Na região das Missões, chegamos a ficar 56 dias sem chuva.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora