.........

CAMPO ABERTO – ENERGIA SOLAR

.........

A produção da cachaçaria Weber Haus, de Ivoti, será movida pelo sol. Há duas semanas, a empresa está operando com 100% da energia gerada com a ajuda de 152 placas fotovoltaicas (veja acima). O investimento no sistema ? que inclui um gerador ? foi de R$ 300 mil. E, segundo o diretor Evandro Weber, ?se pagará? em quatro anos. Por dia, são gerados entre 170 e 180 quilowatts, mas a projeção é de que, no verão, possa chegar a 240, 260 quilowatts. A energia é acumulada e repassada para a rede de distribuição, para os dias sem sol.

? Ao mesmo tempo em que você está produzindo, o sol gera energia ? afirma Weber.

A empresa, que exporta para 16 países, se orgulha de outras práticas sustentáveis. O bagaço da cana (que é produzida de forma orgânica), é utilizado na caldeira para a produção de vapor no processo de destilação da cachaça, além de composto orgânico. O caldo de cana entra como adubo foliar.

E as embalagens plásticas servem com insumo para a reciclagem e viram mesas, lixeiras e bancos, entre outros itens, em uma escola de Ivoti, no Vale do Sinos.

? Estamos crescendo um pouco a cada ano, mesmo com a crise. A sustentabilidade de mercado é pelo trabalho que é feito. Isso chama a atenção do nosso consumidor ? completa o diretor, sobre o efeito das medidas na hora das vendas.

gisele.loeblein@zerohora.com.br zerohora.com/giseleloeblein 3218-4709

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora