.........

Barragem de Sobradinho, uma das maiores do NE, registra nível crítico

.........

Cenário é reflexo da estiagem prolongada que atinge a região.
Quem precisa da água para produzir está bastante desanimado.

Do Globo Rural

Com capacidade para armazenar 34 bilhões de metros cúbicos de água, hoje o lago artificial de Sobradinho está com apenas 34% do volume total.

Com a seca, as árvores que ficavam submersas voltaram a aparecer e muitos bancos de areia surgiram no leito do rio, atrapalhando a navegação próxima ao lago. Com essa situação, encontrar os peixes está cada vez mais difícil.
Até os piscicultores que trabalham com a criação de tilápias em cativeiro estão enfrentando problemas. A distância entre a margem do lago até os 96 tanques aumentou de 10 para 40 metros.
A baixa no nível da barragem afeta também as plantações. De acordo com os agricultores, a cada dia o nível do lago baixa mais um pouco e para poder irrigar as plantações, a cada semana eles estão sendo obrigados a emendar 12 metros de canos para a água chegar até as plantas. Algumas propriedades estão há um quilômetro da represa. Muitos agricultores já gastaram mais de R$ 40 mil com canos para puxar água até as plantações.
As chuvas estão fracas e irregulares, o que dificulta o armazenamento de água no reservatório. Mário Miranda, meteorologista da Univasf, Universidade Federal do Vale do São Francisco, fala sobre a situação local, a previsão de chuvas e o acumulado do ano. Confira a entrevista no vídeo com a reportagem completa.

Fonte: G1