.........

Banco do Brasil apoia arrozeiro

.........

Fonte: Valor | De Brasília

O Banco do Brasil anunciou medidas para auxiliar os produtores de arroz, em situação financeira crítica pelos recuos dos preços. Os produtores terão prorrogadas, por 60 dias, as duas primeiras parcelas de operações de custeio da safra 2010/11. As prestações, que venceriam em junho e julho, ficaram para outubro e novembro. A parcela de investimento a vencer em 2011 também será rolada. A quitação poderá ser realizada um ano após a última prestação prevista em contrato. As operações de contratos de opção posteriores ao vencimento das parcelas de custeio também serão repactuadas.

"Essas medidas devem aliviar a pressão sobre o mercado", disse o vice-presidente de Agronegócio do BB, Osmar Dias, ao Valor. "Isso pode fazer o preço reagir. Os arrozeiros fizeram um pedido de rolagem de dívidas e estamos atendendo". Segundo ele, as medidas serão reforçadas pela aprovação, no Senado, da doação internacional de 500 mil toneladas de arroz dos estoques públicos. (MZ)