.........

Avanço tecnológico

.........

Comentamos há pouco aqui as mudanças nas regras da criação de cavalos crioulos – que agora permitem inseminações, transferência de embriões e barrigas de aluguel. Também já se pode saber o sexo de filhotes ainda na barriga de éguas PSI. São as modernas técnicas de acompanhamento e auxílio à reprodução chegando também à equinocultura.
Algumas dessas e de outras técnicas são utilizadas há mais tempo na bovinocultura de corte. Seus resultados, em termos de aumento de produtividade na pecuária, estão mais do que provados. Devem trazer avanços também na criação de cavalos. Permitem maior precisão nos diagnósticos, melhor planejamento nas atividades dos haras e, não menos importante, o acesso de mais criadores à atividade.
A manutenção de um cavalo de esporte emprega, em média, três pessoas. Indiretamente, muito mais. Qualquer nova tecnologia que democratize a posse de um equino estimula a economia do campo.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho