Assuntos econômicos,Empreendedores Familiares Rurais – Empreendedorismo no campo, a salvação da lavoura

Xico Graziano, engenheiro-agrônomo e consultor, participa do encerramento do Programa Empreendedor Rural no Paraná

Curitiba / Paraná (07 de dezembro de 2015) – “O empreendedorismo é o caminho para o futuro.” A frase é do engenheiro-agrônomo Xico Graziano, autor de diversos livros sobre agricultura e economia, e sintetiza a estratégia trilhada pelo Sistema FAEP/SENAR-PR na construção do Programa Empreendedor Rural (PER).

Na última sexta-feira (04), cerca de 5 mil produtores rurais de todas as regiões do Paraná participaram do evento de encerramento do PER, realizada no ExpoTrade Convention Center, na região metropolitana de Curitiba. Na ocasião, foram apresentados os vencedores do concurso, que premia os três melhores projetos de negócio desenvolvidos pelos participantes do programa. O PER é realizado pela FAEP, em parceria com o Sebrae e com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep).

Segundo Graziano, que realizou a palestra magna do evento, nos últimos dois anos o cenário econômico tornou-se bastante adverso, reflexo de diversos fatores, entre eles a crise política que atravessamos atualmente. Nesse contexto, nossa economia encolheu, e os efeitos dessa situação só não foram piores porque – mais uma vez – o agronegócio foi o salvador da Pátria. “Sem a força da agropecuária, o Brasil estaria quebrado”, afirmou.

Para ilustrar essa afirmação, Graziano apresentou dados que mostram o Brasil nos últimos lugares de diversos rankings internacionais que avaliam a transparência das instituições, a qualidade da logística e muitos outros fatores que limitam e prejudicam a competitividade da nossa economia.

É apenas no campo que essa realidade começa a mudar. Segundo dados apresentados pelo palestrante, a produtividade do agronegócio brasileiro cresce a uma média de 3,5% ao ano, levando o país a um patamar bem superior a grandes produtores mundiais, como os EUA. Para se ter ideia, as exportações agrícolas cresceram nos últimos oito anos impressionantes 468%.

O segredo dessa pujança, segundo Graziano, está na dedicação e no empreendedorismo do produtor rural, qualidades incentivadas pelo Sistema FAEP/SENAR-PR. “Vou a três Estados por mês e nenhum faz isso que vocês fazem. É por isso que os agricultores do Paraná estão entre os melhores do mundo”, afirmou.

Protagonismo rural
O protagonismo dos empreendedores rurais do Paraná também foi destacado pelo presidente do Sistema FAEP, Ágide Meneguette, que elegeu a data como “um dia para refletirmos sobre o nosso destino como nação”. Segundo o dirigente, passamos por momentos difíceis, com desemprego e inflação crescentes, turbulência política e outras dificuldades que minam nossa esperança.

“As reformas necessárias – trabalhista, previdenciária, política e tributária – foram esquecidas, e assim o país marcha sem rumo”, disse. Na opinião do dirigente, falta uma liderança nacional forte “que nos tire dessa enrascada política, social e econômica”.

Segundo Meneguette, o agronegócio deve ser valorizado. “Com os seus sucessivos saldos na balança comercial internacional, é o setor agropecuário que ainda está segurando o Brasil, e este setor somos nós, os agricultores e pecuaristas. Os empreendedores rurais”, assinalou.

Também presente no evento, o governador Beto Richa destacou a contribuição do PER na formação de uma nova geração de empreendedores no Estado. “É uma belíssima e didática iniciativa da FAEP. Uma sagração o trabalho do campo”. Segundo ele, “Sem a nossa agropecuária não teríamos conquistado o posto de quarta economia mais forte do Brasil”, afirmou.

Para o presidente da Fetaep, Ademar Mueller, para superar a grave crise de confiança que o país atravessa atualmente é preciso investir no campo. “E quando falamos em desenvolvimento rural, temos que falar de empreendedorismo”, destacou.

O presidente do Sistema Fecomércio e conselheiro do Sebrae, Darci Piana, destacou a necessidade de qualificação de qualidade para preparar o produtor paranaense. Em sua opinião, o papel do PER é importante, uma vez que traz aquilo que existe de melhor em gestão. “Amanhã esses empreendedores serão empresários que estarão à disposição do crescimento do país”, afirmou.

Autoridades
Dentre as autoridades que participaram desta edição do PER estiveram o governador Beto Richa; o secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra; o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Norberto Ortigara; os deputados federais Osmar Serraglio e Ricardo Barros; o deputado estadual Elio Rush; o diretor técnico do Sebrae, Julio César Agostini; o presidente da Associação Comercial Do Paraná, Antonio Miguel Espolador Neto; o presidente da Fecomércio, Darci Piana; o representante da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo, Marcos Malta; o diretor presidente da Adapar, Inácio Kroetz; o prefeito de Formosa do Oeste, Wolnei Antonio Savaris; o presidente da Fetaep, Ademir Mueller; o presidente executivo do Sindileite e representante da Ocepar, Wilson Thiesen; o presidente da Federação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná, Luiz Corrêa Lucchesi; o diretor presidente do CEASA/PR, Natalino Avance de Souza; o presidente do Iapar, Florindo Dalberto; o secretário municipal do Abastecimento de Curitiba, Marcelo Franco Munaretto; a promotora de Justiça Fabia Teixeira Fritegotto Gimenez, representando o Ministério Público do Paraná; o diretor administrativo do BRDE, Orlando Pessuti; o presidente do Sindicato dos Médicos Veterinários do Paraná, Cezar Amin Pasqualin; o presidente do IAP, Tarcisio Mossato Pinto; o presidente do Instituto de Engenharia do Paraná, Nelson Luiz Gomez; o secretário de política agrícola da Contag, David Wylkerson Rodrigues; e o superintendente regional do trabalho e emprego no Paraná, Luiz Fernando Busnardo.

Também estiveram presentes o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette; o superintendente do SENAR-PR, Humberto Malucelli; os diretores da FAEP João Luiz Rodrigues Biscaia e Livaldo Gemin, além de presidentes de sindicatos rurais de todas as regiões do Paraná.

Sobre o Programa Empreendedor Rural

O Programa Empreendedor Rural aborda e trabalha a gestão da propriedade rural e o empreendedorismo das pessoas do meio rural. Estimula o debate e a formação de lideranças. Ensina a calcular custos do processo produtivo e a elaborar projetos para que os produtores rurais passem a administrar suas propriedades com eficiência, como se fossem verdadeiras empresas.

Este programa está implantado em quase todos os Estados do Brasil. O produtor rural interessado pode procurar a Administração Regional do SENAR do seu Estado para verificar a agenda de treinamentos.

Federação da Agricultura e Pecuária do Paraná – FAEP

Fonte ; Canal do Produtor