Assessoria Econômica Sistema Farsul divulga relatórios de Comércios Exterior e Índices de Inflação

Acomodação do câmbio freia inflação em novembro

A acomodação da taxa cambial em novembro gerou uma leve queda de 0,12% no Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) em relação ao mês anterior. Pela mesma razão, o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) apresentou uma pequena alta de 0,31%, conforme mostra o Relatório IICP e IIPR de Novembro 2015, produzido pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul.

Mesmo com a desaceleração nos dois últimos meses, o IICP acumula alta de 10,39% no ano, acima do IPCA do mesmo período que ficou em 9,62%. Já o IIPR não manteve o crescimento dos últimos quatro meses. As principais altas ficaram com o Milho (6%), Boi Gordo (5%) e Arroz e Trigo (3%). Apesar da maior parte dos produtos terem apresentado um bom resultado, a queda da Soja foi determinante na desaceleração pelo seu peso no índice.

No ano, o IIPR acumula alta de 20,68% contra 10,37% do IPCA Alimentos.

A Assessoria Econômica do Sistema Farsul estima que o mês de dezembro será marcado por novas altas nos dois indicadores. A retomada da apreciação da taxa de câmbio deverá ser responsável pelo crescimento dos índices.

Confira o Relatório de IICP e IIPR de Novembro 2015

Exportações do agronegócio crescem 46,51% na comparação com novembro 2014

Na comparação entre os meses de novembro de 2014 e 2015, o agronegócio teve um crescimento de 46,51% nas exportações. O mês passado encerrou com o setor comercializando US$ 845 milhões. Isso representa  64,64% do total de vendas feitas pelo Rio Grande do Sul para o mercado internacional. Os números estão no Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do RS, divulgado pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul nesta quarta-feira (16/12).

O volume exportado também teve um aumento considerável na comparação com novembro do ano passado, atingindo 207,16%. O Grupo Soja foi o principal responsável pelo resultado, chegando a 777 mil toneladas e US$ 293 milhões, um acréscimo de 354% e 276%, respectivamente, na comparação entre os períodos.

Já na relação entre os meses de outubro e novembro de 2015, houve uma queda de 21% no valor e de 14% no volume exportado. No acumulado do ano, o agronegócio gaúcho exportou US$ 10,990 bilhões, queda de 3,57% na comparação com 2014. O volume chegou a 19,306 milhões de toneladas, crescimento de 29%. A China se mantém como principal destino do produto gaúcho, respondendo por 38% do total comercializado.

Confira o  Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do RS completo

Fonte: Imprensa Sistema Farsul