.........

Arrozeiros irão realizar protestos em frente ao Piratini na Capital

.........

Fonte: RÁDIO FANDANGO – RS

A semana será de intensa mobilização para os arrozeiros gaúchos, que preparam grande protesto em Porto Alegre nos dias 13 e 14, com direito a acampamento e carreteiro na Praça da Matriz. De acordo com o presidente da Federarroz, Renato Rocha, o objetivo é reunir 4 mil orizicultores, além de cem prefeitos de municípios produtores, para chamar a atenção quanto aos prejuízos da crise de preços. Eles defendem a criação de preço-meta, bloqueio às importações do Mercosul, congelamento de dívidas e redução de ICMS. Nossos pleitos já foram encaminhados aos governos federal e estadual, mas ainda não tivemos retorno.

Foi solicitado ao secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, audiência com o governador Tarso Genro para o dia 13. Também haverá pressão junto a deputados estaduais e federais. No dia 14, estão sendo programadas reuniões na CONAB/RS, Mapa/RS, Sema, Seapa, Sefaz, bancos e diretórios estaduais de partidos. Lobby é a palavra de ordem do momento, segundo Rocha. A estratégia de mobilização foi definida em assembleia promovida pela Federarroz no último sábado durante encontro ocorrido na Ulbra/Cachoeira. Participaram cem produtores de 20 municípios. De Cachoeira segundo o presidente da UCR Ademar Kochemborg deverão sair tres onibus com produtores para participaram do protesto em Porto Alegre.