.........

ARROZ – Colheita do arroz começa com atraso no Rio Grande do Sul

.........

 

Segundo a Emater/RS até agora 1% da área foi colhida, ante os 10% da média para meados de fevereiros nos últimos cinco anos

arroz_colheita_rs (Foto: Divulgação/Irga)

A colheita atingiu esta semana 1% da área cultivada (Foto: Divulgação/Irga)

A colheita do arroz começou com atraso no Rio Grande do Sul e atingiu até esta semana 1% da área cultivada, ante os 7% já colhidos na mesma época do ano passado e os 10% de média para o período nos últimos cinco anos.

Os dados são do levantamento semanal do serviço oficial de assistência técnica e extensão rural do governo estadual gaúcho (Emater/RS).

A colheita iniciou pela região da Fronteira Oeste, capitaneada pelos municípios de Itaqui, São Borja, Maçambará, e Uruguaiana, apontando produtividades acima de sete toneladas por hectare.

saiba mais

Segundo os técnicos da Emater, as condições meteorológicas, com dias quentes, as altas temperaturas e alta luminosidade, favoreceram a evolução das lavouras, que devido ao atraso no plantio estão em grande parte nas fases de desenvolvimento vegetativo (44%), floração (20%) e granação (28%). Apenas da lavoura está em ponto de colheita, ante 33% nos últimos cinco anos.

Na análise semanal, os técnicos lembram que os produtores semearam recentemente as áreas danificadas e, esse atraso no plantio, devido às enchentes, “ocasionou uma desuniformidade nos estágios das lavouras”. Mesmo assim, dizem eles, não deverá diminuir a produtividade média prevista para a cultura.

O levantamento da Emater mostra que o preço médio da saca de arroz em casca no RS teve leve aumento na semana, subindo 0,64%, elevando para R$ 41,03. Na região Sul, os preços de comercialização da safra passada permaneceram estáveis. Em Santa Vitória do Palmar o valor médio é de R$ 42,00, Pelotas com R$ 43,00, Jaguarão a R$ 40,50 e Arroio Grande a R$ 42,00 o saco de 50 kg.

O preço do arroz em casca, de acordo com informações colhidas junto às indústrias de Pelotas durante a semana, está na média de R$ 42,02 o saco de 50 kg. O preço informado é para pagamento à vista, posto na indústria pelo produtor. O produto é de Tipo 1, com rendimento entre 57% e 59% de grãos inteiros.

POR REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : Globo Rural