.........

Alerta à Helicoverpa em Brasília

.........

A preocupação com os danos causados pela Helicoverpa armigera à agricultura chegou a Brasília. Autoridades no assunto garantem que é hora da presidente Dilma Rousseff autorizar o registro emergencial do Benzoato de Emamectina, químico que teve importação regularizada, mas ainda não foi autorizado. Em países vizinhos onde ele é liberado, como o Paraguai, todo o estoque disponível já foi negociado. O tema, alvo do 9 Congresso Brasileiro do Algodão, que começa hoje na capital federal, também pautou debates na Expointer. O pesquisador baiano Armando Sá Nascimento Filho deu orientações aos técnicos gaúchos de como lidar com a lagarta. ‘É a maior praga vegetal do mundo. Até o momento ela não foi identificada nas lavouras gaúchas, mas não quer dizer que não esteja presente’, disse.

Segundo Nascimento, o prejuízo chega a R$ 1,6 bilhão na safra 2012/2013 no país. ‘Necessitamos de um modelo de proteção sustentável e nortear as ações futuras’, alertou. Em Goiás, a Helicoverpa ataca áreas de tomate e milho. Na Bahia, foi identificada em março no algodão, soja, milho, feijão e sorgo. A disseminação é atribuída ao fato da mariposa ter capacidade de voar até mil quilômetros.

Fonte : Correio do Povo