.........

Agronegócio terá novo pacote de investimentos em São Paulo

.........
Governador do Estado anuncia lançamento de programa em benefício da agricultura familiar, entre outras medidas


PORTAL DO AGRONEGÓCIO

A valorização do agronegócio no que diz respeito a melhorias no campo e também em sua extensão, nas cidades, é um dos caminhos mais eficientes para o crescimento da economia do país. Com essa linha de raciocínio, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou, em entrevista ao programa Mercado & Cia, do Canal Rural, nesta segunda, dia 19, uma série de medidas que serão adotadas no Estado em favor do segmento. Entre elas, um novo programa voltado à agricultura familiar.

– Faremos um trabalho muito especial de extensão rural. Estamos contratando agrônomos, veterinários e assistentes para dar profissionalismo ao campo. Lançaremos em 10 dias um programa de compra da agricultura familia para dar um apoio importante ao setor no Estado. Temos também um seguro rural de R$ 20 milhões de prêmio para o pequeno produtor, que é muito bem-sucedido – afirma.

Alckmin revela ainda que o governo de São Paulo realizará novos investimentos em pesquisa. Para ele, o aumento da produtividade e a geração de renda ao meio rural poderão transformar o Brasil em um dos maiores produtores de alimentos do mundo.

– Vamos revitalizar os centros de pesquisa, pois precisamos avançar nessa questão. Acabamos de aprovar um aumento para pesquisadores científicos, contratamos mais profissionais, mais técnicos. Temos um grande empenho na agricultura – aponta.

Durante a entrevista, Alckmin ressaltou também o papel do agronegócio na economia de São Paulo. E acrescenta que o setor é o responsável por manter o superávit do Estado.

Se não fosse a agricultura, nós teríamos um grande déficit. São Paulo é um grande produtor agrícola, em termos de PIB, é o maior do país. O Estado é o maior produtor de cana-de-açúcar, de laranja, ovos, flores, borracha. Temos madeira e celulose, temos máquinas agrícolas. Esse ano foi um ano bom, foi positivo. A agricultura de São Paulo cresce mais de 6% e é bastante diversificada. Estamos tentando melhorar a logística, desde estradas vicinais, passando pelo porto de Santos, vamos concluir o Rodoanel e junto com ele o Ferroanel. Assinamos também com a presidente Dilma a hidrovia Tietê-Paraná – diz.

Ainda sobre dados econômicos, o governador prevê crescimento para a área acima dos números estimados para o Brasil, de forma geral. Para ele, há potencial para alcançar resultados ainda melhores, desde que haja suporte para tal.

– O avanço na área rural tende a ser maior do que nos demais setores. Mas ainda falta uma política agrícola macro, seguros rurais, crédito. Precisa melhorar a questão sanitária e de armazenagem. Falta uma boa política de preços mínimos. Enfim. Um pacote de medidas. Todo mundo tem um pé no campo. É preciso mostrar que quando a agricultura vai bem, ajuda a cidade, o comércio, a indústria. É essencial fortalecer as pessoas do campo – conclui.

Fonte: Midia News