Agronegócio: Saldo da Balança Comercial é de US$6,25 bilhões

 

As exportações setoriais de São Paulo, no período janeiro-julho de 2015, representaram 17,9%, do total exportado pelo agronegócio brasileiro

De janeiro a julho de 2015, as exportações do Estado de São Paulo somaram US$26,57 bilhões (23,5% do total nacional), e as importações, US$ 39,45 bilhões (36,4% do total nacional), registrando um déficit de US$ 12,88 bilhões, informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA). O agronegócio paulista apresentou exportações decrescentes (-10,7%), atingindo US$ 9,39 bilhões e importações também em queda (-11,8%), resultando em um saldo US$ 3,14 bilhões.

A participação das exportações do agronegócio paulista no total do estado diminuiu 0,3 ponto percentual, enquanto a participação das importações aumentou 0,8 ponto percentual na comparação do período janeiro-julho de 2015 com o de 2014.

No entanto, segundo José Roberto Vicente, pesquisador do IEA, especialista no assunto, “o déficit do comércio exterior paulista só não foi maior devido ao desempenho do agronegócio estadual, cujo saldo se manteve positivo, embora decrescente.

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$4,61 bilhões de janeiro a julho de 2015, com exportações de US$112,86 bilhões e importações de US$108,25 bilhões. O superávit comercial resultou de queda nas exportações (-15,5%) inferior à das importações (-19,5%). As exportações do agronegócio brasileiro diminuíram 10,8% em relação a igual período do ano anterior, atingindo US$52,37 bilhões (46,4% do total). Já as importações do setor caíram mais (-16,6%), também na comparação com o período de janeiro a julho de 2014, somando US$8,21 bilhões (7,6% do total). O superávit do agronegócio em janeiro-julho de 2015 foi de US$44,16 bilhões, sendo 9,7% inferior ao do mesmo período do ano passado.

A participação do agronegócio nos totais do país aumentou em termos das exportações (+2,4%) e também com relação às importações (+0,3%). A participação paulista no total da balança comercial brasileira aumentou em termos das exportações (1,4%), destacou o pesquisador.

Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, destaca que os estudos sobre balança comercial dos agronegócios, realizados pelo IEA, são importantes fonte de conhecimento do setor. “Com o acompanhamento constante realizado pelo IEA, podemos ver quais setores estão sendo afetados e buscar alternativas para apoiar o produtor. Isso é fundamental no presente momento da nossa economia. Seguindo orientação do governador Geraldo Alckmin, estamos cada vez mais próximos do setor produtivo e essa é a forma de atuação da nossa Secretaria”, destacou.

Por Nara Guimarães

 
Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo