.........

AGRICULTURA – PLANO SAFRA – ‘Sem juros menores, produtores não têm condições de preparar lavoura’, diz deputado ruralista

.........

Fonte:Facebook/reprodução

Adilton Sachetti (PSB-MT) defende redução das taxas para safra 2017/2018 em vídeo produzido pela Frente Parlamentar da Agropecuária

O deputado federal Adilton Sachetti (PSB-MT), membro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), defendeu a redução dos juros para o próximo Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018, que se inicia em 1º de julho. Conforme Sachetti, sem juros menores, os produtores correm o risco de não ter condições sequer de preparar a lavoura.

A afirmação foi dada em um vídeo produzido pela FPA e divulgado na página do Facebook da frente nesta segunda-feira, dia 29.
"Não adianta querer incentivar a indústria, dizer que o produtor vai consumir novas máquinas, novas tecnologias, se ele não tiver renda para isso", afirmou o parlamentar. Sachetti disse também que "uma taxa de juros três vezes maior do que a inflação destruiria o setor produtivo".
Na quinta-feira, dia 25, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, já havia afirmado em evento em Cuiabá (MT) que as taxas podem ser reduzidas em 1% em relação ao ciclo 2016/2017. Com isso, os juros devem variar entre 7,5% e 11,75% ao ano para os principais programas.

O ministro afirmou, ainda, que os recursos destinados pelo governo ao crédito agrícola ficarão um pouco acima dos R$ 185 bilhões anunciados no ano passado. "Houve uma discussão muito difícil com a Fazenda que, com o teto de gastos, não tem muito limite para aumentar os recursos", disse o ministro.

Fonte : Canal Rural