.........

AGRICULTURA – O que você precisa saber nesta quarta-feira

.........

Fonte:Ascom Famasul

Confira as principais notícias para começar o dia bem informado sobre tudo que afeta o agronegócio

Política
O presidente Michel Temer e o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, apresentam o Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018 às 11 horas, no Palácio do Planalto, em Brasília.

Chapa Dilma-Temer

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) continua o julgamento da ação na qual o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições presidenciais de 2014. A sessão está prevista para começar às 9 horas.

Nesta terça-feira, 6, os ministros por unanimidade rejeitaram questões preliminares que impediriam o prosseguimento da ação e o julgamento do mérito da cassação, que não foi analisado na última sessão. Após o voto do relator, ministro Herman Benjamin, deverão votar os ministros Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga, Tarcisio Vieira, Rosa Weber, Luiz Fux, e o presidente do tribunal, Gilmar Mendes. Um pedido de vista para suspender o julgamento não está descartado.

Dólar
A moeda americana encerrou o pregão desta terça-feira, 6, em queda de 0,30%, cotado a R$3,278 para venda, atravessando a sessão com volatilidade, até fechar em baixa.

Soja
O mercado interno brasileiro foi marcado por algumas negociações pontuais e apresentou melhor movimentação nas diversas regiões do país. Houve alta de preços no Rio Grande do Sul, Goiás, Santa Catarina e Maranhão, de acordo com a Consultoria Safras&Mercado.

Os investidores aguardam o relatório de junho do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, que será divulgado nesta sexta-feira, 9. De acordo com a consultoria Brandalizze Consulting, há uma expectativa que o órgão americano atualize os números de exportações do país para cima, o que poderia elevar as cotações da oleaginosa na bolsa de Chicago.

Milho
Nesta terça-feira o mercado de milho foi pouco movimentado e sem negócios fechados pelos produtores rurais. No entanto, esta dinâmica tende a mudar com a previsão de geadas na região Sul para os próximos dias, o que pode resultar em alguns prejuízos em determinadas áreas produtoras. Em Mato Grosso os produtores aguardam novos leilões da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de estímulo à comercialização do grão. O próximo relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos é bastante aguardado entre os analistas, já que será essencial para a formação de preços no curto prazo.

Café
O mercado brasileiro de café conilon segue com preços em alta. De acordo com o indicador Cepea/Esalq, a saca de 60 quilos teve alta de R$7,00 em apenas uma semana. Entre os principais motivos estão as fortes chuvas, que prejudicaram o ritmo das atividades e da maturação dos grãos, e a forte demanda por parte das indústrias.

Já a produção de café arábica segue com possibilidade de ser atingida por geadas no fim de semana. A bolsa de Nova Iorque fechou com uma queda de quase 300 pontos nesta terça-feira, 6, e o vendedor se retraiu, paralisando o mercado físico.

Boi
O mercado físico do boi gordo continua apresentando pressão de baixa no decorrer desta semana. Os frigoríficos procuram não alongar de maneira agressiva as escalas de abate, visando estoques enxutos durante a primeira quinzena do mês. De acordo com a Safras&Mercado, em São Paulo grande parte dos frigoríficos seguiu com preços de balcão inalterados.

  • Francielle Bertolacini, com informações da Safras&Mercado e Agência Brasil
  • Fonte : Canal Rural