.........

AGRICULTURA – MERCADO – O que você precisa saber nesta sexta-feira

.........

Fonte:Pixabay

Confira as principais notícias para começar o dia bem informado sobre tudo que afeta o agronegócio

Dólar
O dólar comercial encerrou o pregão desta quinta-feira, dia 8, em queda de 0,24%, cotado a R$ 3,2650 para venda. A após operar durante o dia todo em alta, a moeda norte-americana passou a cair no final da sessão pressionada pela expectativa de que o presidente Michel Temer pode superar o julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e seguir no poder.

Soja
A soja na bolsa de Chicago teve a quinta sessão de alta nesta quinta-feira, dia 8. O clima mais seco nos Estados Unidos e com temperaturas elevadas no cinturão de grãos foi um dos motivos para essa puxada. De acordo com a consultoria Safras & Mercado, essa condição climática poderia comprometer o desenvolvimento inicial das lavouras americanas. Essa alta lá fora favoreceu o fechamento de negócios aqui no Brasil. Nos portos, por exemplo, foram reportados preços a R$ 70,00. Veja as cotações AQUI.

Os analistas também aguardam hoje a divulgação do relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, previsto para sair às 13 horas, que pode movimentar o mercado da oleaginosa. Outro dado positivo que vem de fora são as importações de soja em grão da China, que subiram 25% em maio, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Milho
Para o milho, alguns negócios foram reportados, mas com volumes pontuais, preenchendo uma ou outra necessidade mais urgente do produtor rural. O mercado ainda monitora expectativa em torno das geadas que podem acontecer o sul do país neste fim de semana e atingir lavouras. Em Mato Grosso, a atenção ficou nos leilões da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Foram negociados 100% dos contratos de opção, 80,9% do Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) e 73,7% do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro). No dia 22 de junho novos leilões estão programados para acontecer.

Café
O café arábica na bolsa de Nova Iorque teve leve alta nesta quinta-feira, dia 8, mas não foi suficiente para o produtor rural para realizar vendas. Os preços no mercado físico não tiveram alterações expressivas, permanecendo dentro dos patamares do dia anterior. A chegada de uma massa de ar frio nas regiões produtoras nos próximos dias gera cautela no mercado. O Serviço de Alerta de Geadas do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) indica que existe a chance de geadas na região cafeeira paranaense no sábado. A Somar Meteorologia também não descarta a possibilidade dessas geadas atingirem o sul de Minas Gerais.

Boi
De acordo com a Safras & Mercado, a arroba do boi gordo segue em pressão de baixa. Os frigoríficos reduzem os preços de balcão sistematicamente, com o crescimento da oferta de animais terminados no mercado interno.

Política
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve concluir nesta sexta-feira, dia 9, o julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições de 2014. A sessão está marcada para começar às 9 horas, com a finalização do voto do relator, ministro Herman Benjamin. Ficou acertado que, após o voto do relator, cada ministro terá cerca de 20 minutos para proferir o voto.

Previsão do tempo
O destaque continua sendo o frio no sul do país, que nesta sexta-feira, dia 9, ganha força. Ao mesmo tempo, um corredor de umidade se encontra com áreas de instabilidade e chove a qualquer hora do dia no norte e leste do Paraná e de forma isolada e fraca no interior e leste de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. De acordo com a Somar Meteorologia essa combinação de tempo úmido, instável e frio favorece até mesmo queda de neve nos pontos mais altos da serra catarinense e gaúcha.

No sudeste as temperaturas despencam no final do dia especialmente em São Paulo e no sul de Minas Gerais, onde não está descartado a incidência de geadas.

No centro-oeste, tem previsão de chuva em grande parte de Mato Grosso do Sul, sul de Goiás e no sul e oeste do Mato Grosso. Existe o risco para descargas elétricas e são esperados acumulados significativos nestas áreas. As temperaturas diminuem um pouco por causa da entrada do ar frio no centro-oeste.

  • Francielle Bertolacini, com informações da Safras & Mercado
  • Fonte : Canal Rural