.........

AGRICULTURA – INOVAÇÃO – Nova tecnologia de irrigação vai beneficiar produção de soja e uva

.........

O projeto tem o objetivo de gerenciar o uso da água em pivôs centrais e irrigação localizada através de aplicativos

Um consórcio entre o Brasil e a Europa vai financiar um estudo para desenvolver uma tecnologia que faz o gerenciamento inteligente de água para a irrigação.

O projeto, que foi contemplado com recursos de cerca de R$ 5,5 milhões, tem o objetivo de criar um sistema de sensoriamento e controle baseado no conceito de “internet das coisas”, que é quando conectamos dispositivos eletrônicos usados no dia-a-dia à internet. A ideia inicial seria testar essa gestão do uso da água no Sudeste e Nordeste do Brasil, além de outras duas regiões na Europa.

A criação dessa tecnologia tem o objetivo de desenvolver e avaliar a atuação de uma plataforma inteligente de irrigação à taxa variada (VRI), destinada a pivôs centrais e irrigação localizada, inicialmente na produção de soja e vinicultura, respectivamente. Desta maneira, a ferramenta seria integrada com aplicativos de gestão voltados para o uso racional da água.

Com esse sistema o produtor rural teria um mapa dinâmico todos os dias que recomende quanto deve usar de água, de acordo com um conjunto de informações em tempo real do clima, solo, condições de cultivo, além dos níveis e qualidade dos sistemas de fornecimento e da distribuição de água no campo, todos obtidos pela plataforma.

Para o chefe-geral da Embrapa Instrumentação, João de Mendonça Naime, a aprovação evidencia a importância do tema e a excelência dos pesquisadores brasileiros. “Cientistas da Embrapa contribuirão com suas competências em fisiologia vegetal, tecnologias de irrigação e tratamento de grandes volumes de dados (big data). Trata-se de um investimento altamente estratégico para o Brasil porque é urgente resolvermos a complexa equação de alta demanda por produção de alimentos em função da crescente escassez de água”, avalia.

Fonte : Canal Rural