.........

Agricultura familiar tem ajudado a diminuir as desigualdades sociais no Brasil, diz Dilma

.........

Fonte: Canal Rural | Anelise Frozza | Porto Alegre (RS)

Presidente participou do lançamento do Plano Safra nesta terça em Francisco Beltrão (PR)

O governo federal lançou oficialmente na tarde desta terça, dia 12, em Francisco Beltrão, no Paraná, o Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012. A cerimônia teve a participação da presidente Dilma Rousseff e do ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, além da presença da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman, e do ministro da Agricultura, Wagner Rossi. O Canal Rural transmitiu ao vivo a cerimônia e fez a cobertura do evento via Twitter.

Na ocasião, a presidente Dilma Rousseff disse que a agricultura familiar tem sido responsável por um feito extraordinário: a redução da desigualdade social no Brasil. Para ela, a categoria cria um país mais democrático.

– O Brasil deve se orgulhar dos seus agricultores familiares, produtores e exportadores de alimentos, porque nós somos um país que tem a obrigação, por meio da agricultura familiar, de transformar e levar milhões de brasileiros que ainda estão à margem da pobreza a serem consumidores, produtores, para acabarmos com a miséria extrema – disse a presidente.

Em seu discurso, Dilma observou que os valores disponíveis para os agricultores familiares são os mesmos de 2010, R$ 16 bilhões, mas garantiu que, caso haja necessidade, o governo disponibilizará mais recursos.

– Nós estamos repetindo, nessa safra, o mesmo valor da passada, mas quero dizer que o governo assumiu com vocês que, se houver necessidade de mais recursos, eles estarão disponíveis. Nós queremos que mais agricultores tenham acesso a esse instrumento, porque o crédito é um instrumento de melhoria para os produtores. Por isso, reduzimos os juros, para que ficasse cada vez mais fácil ao agricultor tomar o crédito – observou a presidente.

Ao final do discurso, Dilma pediu aos agricultores familiares que trabalhem junto com o governo para que o Brasil possa ser uma das maiores economias do mundo.

– Queria transmitir a vocês uma convicção que tenho de forma muito clara e muito determinada, a convicção que o nosso país, para ser de fato uma das maiores economias do mundo, precisa de vocês, do trabalho de vocês, e tenho certeza que juntos, o governo e os agricultores familiares, nós conseguiremos construir o país do tamanho dos nossos sonhos e da nossa certeza que este país é de pessoas que não recuam perante as dificuldades – conclui Dilma.

Leia na íntegra o Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012

Participaram também do evento o prefeito de Francisco Beltrão, Wilmar Reichembach; o presidente da Unicafes, José Paulo Crisóstomo; o representante da Via Campesina, Plínio Simas; o presidente da Contag, Alberto Broch; a coordenadora nacional da Fetraf, Elisângela Araújo; o governador do Paraná, Beto Richa, além de prefeitos de várias cidades.

A agricultura familiar tem à disposição no Plano Safra 2011/2012 R$ 16 bilhões para as linhas de custeio, investimento e comercialização do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Do total disponibilizado, R$ 7,7 bilhões são destinados a operações de investimento e R$ 8,3 bilhões, para operações de custeio.

Entre as medidas anunciadas estão a simplificação das operações de crédito rural para a safra que começa em julho, com redução dos juros de 4,5% para 2% nos financiamentos para investimentos. Nas operações do Programa Mais Alimentos até R$ 10 mil, os juros cobrados diminuíram de 2% para 1% ao ano.

Outra novidade é a ampliação do limite de financiamento para até R$ 130 mil; elevação do limite de financiamento do Pronaf B de R$ 2 mil para R$ 2,5 mil; ampliação da cobertura de renda do Seguro da Agricultura Familiar (Seaf) de R$ 3,5 mil para R$ 4 mil; aporte de R$ 127 milhões para Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

Serão disponibilizados, ainda, R$ 300 milhões para a Política de Garantia de Preços Mínimos para a Agricultura Familiar (PGPM-AF).

Os recursos do Plano estão disponíveis nas instituições financeiras, segundo o governo, desde 1º de julho, primeiro dia da safra 2011/2012. O lançamento oficial do pacote ocorreria também no dia 1º, mas foi adiado para esta terça, dia 12, devido ao mau tempo e à falta de condições de pouso na região, o que levou a presidente Dilma a cancelar a viagem ao Paraná.