AGRICULTURA – Deral reduz estimativa de safra de soja no Paraná

A previsão é de colheita de 17,572 milhões de toneladas, com produtividade estimada em 55,6 sacas por hectare

soja-colheita (Foto: Marcelo Curia/Ed. Globo)

O Deral elevou sua estimativa de área da soja no Paraná para 5,266 milhões de hectares (Foto: Marcelo Curia/Ed. Globo)

O Departamento de Economia Rural (Deral), vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná, reduziu sua estimativa da safra paranaense de soja. O levantamento divulgado nesta quinta-feira prevê a colheita de 17,572 milhões de toneladas da oleaginosa, volume 3,6% acima das 16,959 milhões de toneladas colhidas na safra passada, mas abaixo das 18,084 milhões de tonelada estimadas pelo Deral em janeiro.

saiba mais

A queda na projeção se deve à revisão dos números relativos à produtividade, que agora é calculada pelo Deral em 55,6 sacas por hectare, ante as 57,2 sacas previstas no levantamento de janeiro. No ano passado o rendimento da soja foi estimado em 55,3 sacas por hectare.

O Deral elevou sua estimativa de área da soja no Paraná para 5,266 milhões de hectares, com ganho de 4.500 hectares em relação ao levantamento do mês passado e de 160,8 mil hectares em comparação com os 5,106 milhões cultivados na safra passada.

Milho

No caso do milho de segunda safra paranaense, o Deral elevou sua estimativa de área plantada em 35,2 mil hectares em relação ao levantamento do mês passado, para os atuais 2,063 milhões de hectares. O avanço é de 135,3 mil hectares ante os 1,928 milhão de hectares da safra passada.

saiba mais

A produção do milho de segunda safra é estimada no recorde de 11,999 milhões de toneladas, com aumento de 430 mil toneladas (7%) em relação à safra passada e de 187,7 mil toneladas (1,6%) comparado ao levantamento de janeiro. O Deral também revisou a estimativa de produtividade, que agora é de 96,9 sacas por hectare, ante as 97,07 estimadas no mês passado e as 100,02 sacas colhidas na safra passada.

Os números relativos ao milho de primeira safra também foram revistos pelo Deral, que em relação ao mês passado reduziu em 2 mil hectares a estimativa de área cultivada, para 423.471 hectares, que ficou 118,9 mil hectares (21,9%) abaixo dos 542.380 hectares cultivados no Paraná no ano passado.

Em relação à previsão do mês passado a estimativa de produção da primeira safra foi reduzida em 92.786 toneladas, para 3,522 milhões de toneladas, em queda de 1,115 milhão de toneladas em relação as 4,637 milhões de toneladas produzidas na safra passada. A produtividade prevista é de 138,7 sacas por hectare, abaixo das 141,7 sacas estimadas em janeiro e das 142,8 sacas colhidas na temporada 2014/2015.

POR VENILSON FERREIRA

Fonte : Globo Rural