.........

AGRICULTURA – Agronegócio do oeste da Bahia forma colegiado para centralizar demandas

.........

O intuito é representar instituições de agricultura e facilitar as negociações das demandas necessárias ao desenvolvimento agrícola e pecuário da região

Mais cauteloso, o produtor tem adiado investimentos em tecnologia, o que fez a venda de máquinas cair 32% (Foto: Editora Globo)

Entre os temas a serem abordados estão defesa e inspeção sanitária e regularização fundiária (Foto: Editora Globo)

Representantes de produtores rurais no oeste da Bahia concluíram a formação e apresentaram, na semana passada, o Colegiado de Agricultura na região, que terá como função primordial centralizar as demandas de pequenos e médios agricultores e pecuaristas do Estado. Conforme a Federação de Agricultura da Bahia (Faeb), em nota, o objetivo é representar instituições de agricultura e facilitar as negociações das demandas necessárias ao desenvolvimento agrícola e pecuário da região com os órgãos das esferas estadual e federal.

Estão representados, no Colegiado, os municípios de Angical, Baianópolis, Barreiras, Buritirama, Cotegipe, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Morpará, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória e Wanderley.Para o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras, Moisés Schmidt, "o Colegiado vai analisar e aprimorar as demandas de acordo com a realidade da região, além de cuidar com eficiência e agilidade do desenvolvimento da agricultura, por meio de políticas públicas efetivas.

Juntas, as instituições dos municípios integrantes do Colegiado terão mais força para fazer as reivindicações necessárias".Entre os temas a serem abordados no âmbito do Colegiado estão defesa e inspeção sanitária, maior participação da região oeste em editais do Estado, assistência técnica, gestão ambiental e regularização fundiária, preços pagos aos produtores rurais.

POR ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte : Globo Rural