.........

Agricultores trocam trigo por aveia no cultivo de inverno em lavouras do RS

.........

 

Substituição foi causada pelo desempenho ruim que o trigo teve em 2014.
Área cultivada com aveia branca no Rio Grande do Sul cresceu quase 20%.

Este ano, as lavouras de aveia ocupam um espaço maior no Rio Grande do Sul. A cultura está entrando em áreas onde antes havia trigo.

De acordo com a Emater, os agricultores reduziram a área plantada com trigo em 26% no estado. No ano passado, metade da produção foi perdida por causa de problemas climáticos.

"Além disso, o agricultor teve dificuldade na comercialização. Liquidez e preço baixo. Como essa história estava muito próxima do momento de tomada de decisão das culturas de inverno desse ano, isso pesou bastante na hora de tomar a decisão", diz Claudio Doro, agrônomo da Emater/RS.

Em 2014, o agricultor Ernani Henkes tinha 200 hectares de trigo. Mas, agora plantou apenas 20. Ele cultiva aveia no lugar do cereal. A cultura ocupa quase 600 hectares, com 120 de aveia branca.

Ao contrário da aveia preta, que serve para pastagens, a variedade branca é usada para alimentação humana e está no em forma de flocos, farinha e farelo ou ainda barras de cereal, biscoitos e pães integrais.

A estimativa da Emater é que sejam produzidas mais de 430 mil toneladas de aveia branca nesta safra, quase o dobro do que foi produzido no ano passado.

Uma das vantagens apontadas pelos produtores do Rio Grande do Sul é que a área é liberada mais cedo para o plantio de verão. Eles começam a colher em outubro.

As plantas, que estão em fase de crescimento, são muito resistentes a doenças. O cultivo é tradicional para a família Fabris. O rendimento é de 3,5 mil quilos por hectare, produção que já tem mercado garantido no plantio. Os agricultores fazem contrato com uma empresa que fornece a semente e paga R$ 0,37 pelo quilo da aveia.

A área cultivada com aveia branca no Rio Grande do Sul cresceu quase 20% em comparação com a safra passada.

Creici MattosRonda Alta, RS

Fonte : Globo