Agricultores iniciam plantio de soja da safra de verão em Rio Verde, Goiás

Fonte:  Ruralbr

Alguns produtores já estão com mais de 30% da lavoura comercializada

Wenya Alecrim | Rio Verde (GO)

Agricultores de Rio Verde, no sudoeste de Goiás, começaram o plantio da safra de verão. Alguns já estão com mais de 30% da lavoura comercializada.

As chuvas da primavera mal chegaram na região sudoeste e já foram o suficiente para o agricultor Flávio Faedo tirar as máquinas dos galpões. Dos dois mil hectares, o produtor reservou apenas 140 para o milho, todo o restante vai receber sementes de soja. Ele conta que em alguns locais não teve como começar o plantio devido à falta de umidade no solo.

Além dos 15 funcionários da propriedade, mais três foram contratados para ajudar no plantio. O trabalho deve ser concluído em 30 dias. Faedo investiu em uma área onde está sendo plantado o milho. Comprou sementes mais resistentes, adubou de forma diferente e tem monitorado a lavoura. Na safra passada, o trator que arrasta as duas plantadeiras andava a uma velocidade média de seis quilômetros por hora. Agora está em torno de quatro. A ideia é que isso proporcione um plantio mais uniforme.

As semente de soja são do ciclo precoce. Em menos de 120 dias ele espera colher 70 sacos por hectare, sete a mais do que na safra passada. Até agora 38% da lavoura foram comercializados.

Flávio não é apenas produtor, também preside a comissão de cereais da Federação da Agricultura de Goiás (Faeg). Portanto, é com conhecimento de causa que ele afirma que, até a colheita, os preços devem voltar a subir.

No ano passado alguns produtores da região sudoeste de Goiás sofreram com as condições climáticas no final da safra. Fortes chuvas impediram a colheita e teve produtor que perdeu até 40% da produção.

O produtor Nilson Seraglio não teve problemas na safra passada. Antes de começar a chover ele já tinha colhido a lavoura. Este ano com maiores investimentos em adubos químicos e orgânicos ele espera aumentar a produção. No ano passado ele colheu 58 sacos e espera subir para 60 neste ano. O plantio dos 220 hectares teve início este mês. A soja de ciclo super precoce deve ser colhida em 100 dias.

CANAL RURAL