.........

A cavalaria não é solução

.........

Não foi muito bem recebida a proposta do ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, de trazer milho do Centro-Oeste para o Sul em caminhões do Exército. O transportador João Alberto Benvegnú, de Casca, queixa-se de que, com estradas ruins, altos impostos e combustível caro, seria lamentável ver ainda a frota militar transportando nossas cargas. Já o presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), Valdecir Folador, acha que alguma coisa está errada, pois o governo não consegue contratar fretes, mas há filas de caminhões transportando milho para os portos. Só em agosto, foram exportadas mais de 2,8 milhões de toneladas do cereal, segundo a Acsurs. Para Folador, a frota das Forças Armadas é obsoleta, com caminhões que não servem para isso. Ou vão carregar milho nos tanques de guerra e jipes?, ironiza.

Fonte:Zero Hora | CAMPO & LAVOURA | Irineu Guarnier Filho